terça-feira, 29 de Abril de 2008

A Felicidade De Ser Mãe

A Felicidade De Ser MÃE

Primeiro sentimo-nos inseguras, frágeis, confusas e sobretudo enjoadas.
O corpo começa a mudar, aumenta o peso e não só…
Temos vontade de comer coisas estranhas e muitas vezes fora de horas, coisas que podem nem ser nada de especial, mas sabem-nos deliciosamente bem.
Mais tarde começam os pontapés que não mais nos dão descanso nem posição de estar.
Este longo período é acompanhado de muito sono, bastante apetite e de uma longa espera que termina quando começamos a passar “as passas do Algarve”.
Tem mil e uma maneiras de começar…. Uma dor, uma contracção, o rebentar das águas… enfim cada caso é um caso… por vezes são só alguns minutos, mas também podem ser longas horas de sofrimento ou nem tanto.
É tempo de pôr fim à longa espera e ansiedade de umas compridas 40 semanas, regra geral.
É um momento de dor, cansaço e sofrimento que facilmente se esquece quando se ouve o choro que nos traz aos olhos as lágrimas da mais completa felicidade.
Nada volta a ser como dantes, já nada é mais importante que a razão do nosso viver, a luz dos nossos olhos…
Estão sempre em primeiro lugar, vivemos em função deles, por eles e para eles…
Sentirmos os movimentos no nosso ventre, dar à luz e amamentar, são sensações que não têm explicação por palavras, só as MÃES sabem do que estou a falar.
Ser mãe é uma bênção…
A melhor coisa em ser MULHER.

FELIZ DIA DA MÃE

IRENECUMEDIA
Texto da minha autoria

Sem comentários: